A explicação técnica de SEO ou posicionamento em mecanismos de busca pode ser um pouco complicada se você for iniciante. Por isso, a melhor forma de dar a conhecer o que é SEO, também conhecido como search engine optimization, é explicá-lo de forma prática.

Junte-se a nós neste post e descubra o que é SEO, os conceitos básicos que você deve saber e quais técnicas você deve usar para ser o número 1 no Google. Além disso, recomendamos que conheça a melhor agência para comprar backlinks brasileiros.

O que é SEO e para que serve?

SEO é a sigla para Search Engine Optimization, que significa “otimização para mecanismos de busca”. SEO é a aplicação de um bom número de técnicas que perseguem o objetivo de melhorar a posição de um site nos resultados de busca do Google e muitos outros buscadores e diretórios. Que se falamos de posicionamento de APP em mercados móveis, chamamos de posicionamento ASO.

Os motores de busca funcionam como grandes bibliotecas e armazenam milhões e milhões de páginas e conteúdos, indexam-nos, ordenam-nos e classificam-nos e mostram-lhe os melhores resultados para as suas pesquisas. E é aí que surge o SEO, Search Engine Optimization, uma ciência que utiliza técnicas especializadas para ajudar o Google a indexar e colocar seu conteúdo em primeiro lugar.

Assim, o algoritmo de um buscador realiza seus cálculos e avaliações para decidir quais resultados devem aparecer primeiro, dividindo espaço com os anúncios de empresas que decidiram investir recursos para se posicionar entre os primeiros resultados por meio de programas como o Google AdWords. Esta última prática é chamada de SEM (Search Engine Marketing).

o que e seo e como funciona para ser o numero 1 nos motores de busca

O que são páginas de resultados ou SERPs?

As SERPs (Search Engine Results Page) nada mais são do que os resultados oferecidos por um buscador e os elementos que podem ser encontrados nos resultados são:

Páginas da Web. Eles correspondem às páginas da web indexadas pelo Google.

Empresas locais localizadas graças aos resultados do Google Meu Negócio.

Imagens. O Google não apenas indexa sites, mas também trabalha com as imagens que eles contêm.

Notícias. O Google filtra as páginas de qualquer fonte de notícias na web.

Mapas. Conhecido por todos, oferece informações geolocalizadas.

Vídeos. O Google também indexa os vídeos que aparecem na web e filtra os resultados com sua plataforma YouTube.

Livros. O Google Livros é o serviço do Google.

Aplicações conhecidas como posicionamento ASO

Shopping Links patrocinados provenientes do Google Adwords

Que tipos de pesquisa existem em SEO

Uma das classificações mais interessantes é a que diferencia as buscas com base na intenção do usuário. Criado por Broder no ano 2000, tornou-se um dos mais úteis. Escolher quais tipos de pesquisa você precisa para o seu site é essencial ao fazer uma estratégia de SEO adequada.

Estes são os três tipos:

1# pesquisa de marca

É aquela que surge quando o usuário sabe o que quer visitar, mas sem conhecer seu endereço na web. São aqueles que são feitos através do nome de marcas, produtos ou sites específicos. Este tipo de pesquisa beneficiará o produto ou serviço que se procura, mas será indiferente ao resto. Aproximadamente, eles respondem por 10% do total de buscas.

2# Pesquisa transacional

As pesquisas transacionais são aquelas realizadas para concluir uma transação. Não têm de ser vendas diretas, podendo ser subscrições de newsletters, download de recursos e qualquer outro tipo de leads. Essas buscas representam outros 10% do total de buscas, tendo um valor muito alto para esses sortudos sites de destino. Um exemplo é se digitar no google agencia link building.

3# Pesquisa de informações

Chegamos ao tipo de pesquisa mais comum! E é que 80% das buscas correspondem às informativas, que definem aquelas buscas através das quais os usuários procuram saber, seja sobre a livraria mais próxima, o curso de marketing digital mais recomendado ou a melhor forma de cozinhar um omelete São buscas com valor variável, dependendo do assunto e da profundidade das palavras-chave, mas que dão origem a oportunidades tão diversas quanto gerar tráfego, descobrir marcas, obter links e conseguir leads.